Décadas De Som

Décadas De Som é um blogue que visa recordar as grandes bandas do passado que não tiveram
o espaço que mereciam na mídia, ou que já o perderam, e falar das novas que são competentes
para serem grandes, mas que por alguma razão ainda não o são.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Lançamento de Disco: Até Você Dormir



Oficialmente esta publicação não é o lançamento de "Até Você Dormir", segundo álbum da cantora e compositora Lucca Kosta. Gravado em 2009, disponibilizado para download em 2010, seu mais recente trabalho está exposto nessa publicação com uma crítica, uma análise faixa-a-faixa produzida nos últimos meses, com exceção da nona canção, "Sink".
Pra quem se interessar, há um link para download após a crítica, e também no site musical Last FM. Essa crítica também pode ser lida no blogue de Lucca Kosta (http://luccakosta.blogspot.com).

01 Névoa e Sombra

Uma música completa e complexa, que narra o quão perplexa pode ser a nossa vida. As dúvidas, os momentos difíceis, sentir-se deslocado dentro de si expressos de maneira desolada, sem resquícios de esperança ou alegria. Uma canção difícil de ser entendida, e mesmo interpretada, mas, mais difícil ainda, é não se identificar com sua letra.

02 Labirinto

Anjos com medo. Não saber se é noite, ou dia. O que temos em "Labirinto" é uma verdadeira poesia, ritmada com acordes simples que complementam engenhosamente o recitar de Lucca Kosta. O desepero de uma pessoa afogada em seus próprios pensamentos, que não enxerga, talvez não tenha, uma direção, um caminho, um mapa para seguir, para encontrar algo que a satisfaça e dê um sentido a sua vida.

03 Brincar no Inferno

"Brincar no Inferno" é uma canção diferente de todas as outras. Diferente, nesse caso, deve ser entendido como melhor. Com uma letra quase niilista, que expressa a fúria de uma linda criança inocente que sofre com o abandono de seu "pai" (entre aspas porque um pai não some da vida de um filho), a música é um retrato fiel da infânica de muitas crianças, que percebem não ter importânica alguma a seu "pai", que lutam, junto de sua mãe, de seus familiares e amigos, para suprir a carência de um progenitor desleixado, egoísta e insensível.

04 Lágrima

O canto de uma pessoa deseperançada, sem consolo algum, que tem como única companheira uma lágrima. Uma música sobre isolação, sobre um sentimento constante de vazio, algo pelo qual todos, ou a maioria de nós, já passou, passa ou passará na vida. O desquilíbrio emocional é marcante nessa canção, especialmente na parte em que "(...)a vida passa, e não passa a noite longa e sem estrelas(...)", afinal, perder a vida, os bons momentos, mas estar, em todo e cada um de seus segundos, na escuridão, sozinho, é um tormento que todos nós tememos.

05 Respiro

A faixa titulada "Respiro" é um paradoxo e, portanto, difícil de ser entendida, analisada e criticada. Sem dúvida, a obra prima deste álbum, melhor do que a melhor faixa, "Brincar no Inferno". Ao mesmo tempo em que é necessário respirar para pensar, quanto mais se respira, mais dor se sente e mais perdida estará. É incessante a vontade de respirar, até o momento em que o ar a sufoca, e, para todo o sempre, é abdicado de sua vida. Mas, não só a letra tem méritos, o breve solo de piano é emocionante àqueles que o ouvem com atenção.

06 Eu Sei

Entre o título da setxa canção e sua letra há uma relação ligeiramente antagônica. Enquanto é dito "Eu sei", é também expressa uma dúvida sobre quem sou eu, sobre ser quem não é, e não ser quem é. Uma música complexa, trabalhada com jogos de palavras que ora confundem, ora explicam os sentimentos expostos.

07 Canção da Despedida

Com o mesmo título de uma canção de Geraldo Vandré, a "Canção da Despedida" de Lucca Kosta aborda uma questão tão humana quanto sentimental. Sem sofisticar, como em "Respiro" e "Eu Sei", a letra desta sétima música poderia muito bem ser a trilha sonora do cotidiano das pessoas, pois narra um episódio consideravelmente comum da vida: romper um elo, seja ele deixar os pais para morar só, ou com o amor de sua vida, seja ele uma separação, o fim de um relacionamento. A simplicidade torna esta música inconstestavelmente linda, mais do que a homônima de Vandré.

08 Até Você Dormir

Assim que escutei a faixa-título lembrei-me de outra música que trata, de certa forma, do mesmo assunto, "Dorme Em Paz", da banda Ludov. O tema presente em ambas as canções é a própria canção, mas uma canção de ninar, daquelas que cantamos para nosos filhos, que antes foram cantadas para nós, e antes de nós para nossas mães, e que sempre serão cantadas. A diferença é que "Até Você Dormir", e também "Dorme Em Paz", são mais sóbrias do que as velhas canções, citando uma delas, a boa e velha "Nana Nenê".

Download:
^Image and video hosting by TinyPic

Sem comentários:

Publicar um comentário